Saiba a evolução do uso do concreto na arquitetura

Imagem: Casa Wabi – Arquiteto Tadao Ando

A arquitetura e o design de interiores exigem, cada vez mais, inovações na hora de combinar texturas e materiais. Por isso, difundiu-se o uso do concreto na composição de ambientes internos e externos.

O material passou a ser usado não apenas para a composição de fachadas de edifícios, mas também na fabricação de revestimentos 3D cimentício. Além de proporcionar um toque moderno e elegante para o ambiente o cimentício se popularizou devido à resistência dos materiais utilizados na fabricação do mesmo, mais precisamente o concreto.

Embora os elementos decorativos a base de concreto estejam bem definidos no mercado, poucos sabem a origem do uso do concreto na decoração. Por essa razão, elaboramos esse texto com uma breve história da utilização do material em questão no design de interiores e na arquitetura.

Uso do concreto aplicado à arquitetura no Brasil

O concreto começou a ser usado em projetos arquitetônicos, no Brasil, no início do século XX, revolucionando grandes estruturas e os perfis dos ambientes internos. Sendo assim, o concreto foi empregado em fachadas, paredes internas e externas, além do mobiliário. Arquitetos famosos como Paulo Mendes Rocha, Ruy Ohtake e Oscar Niemeyer incluíram decorações a base de concreto em seus projetos.

O concreto aplicado em pisos e decorações

Com o passar do tempo, o concreto ganhou novas aplicações na arquitetura e no design de interiores. Um desses usos é na composição do cimentício, material utilizado na fabricação de pisos e peças de revestimento 3D para decorar paredes.

No início, os pisos cimentícios eram usados no chão das fábricas. Contudo, a praticidade e a durabilidade desse revestimento fizeram com que ele fosse usado em hospitais, shoppings, residências, e áreas comerciais.

Os pisos cimentícios também passaram a ser utilizados em ambientes externos. Em alguns casos, substituíram pisos de madeira usados no jardim. Isso aconteceu devido à durabilidade e o custo-benefício para manutenção.

Quanto à decoração das paredes, o uso do revestimento 3D cimentício cresceu de forma considerável. Isso porque se trata de uma decoração que pode ser usada em locais mais úmidos, como banheiros e cozinhas.  Além disso, o cimentício possui um excelente custo-benefício, bastando um pano úmido e sabão neutro para limpar a superfície.

Portanto, sabendo as vantagens que os elementos decorativos a base de concreto, a tendência é que as pessoas, que desejam decorar ambientes internos e externos, procurem o cimentício 3D por causa da versatilidade e durabilidade desse material.

Gostou desse texto? Então, continue pelo nosso blog e leia o texto sobre Iluminação para revestimento 3D!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *