Fábrica: Av Yadoya, nº 82 Bom Jesus dos Perdões - SP
(11) 95464-0142 (11) 4891-3001
comercial@admirato.com.br

Tiny House – Um novo modo de Habitar

O que é?

É um movimento em resposta a situações ideológicas e financeiras. Com o interesse por habitar nos centros urbanos superlotados, havendo locais com áreas inferiores a 40 m² , os arquitetos foram tendo que desenvolver soluções práticas e inovadoras para espaços pequenos.

Nada mais é que uma solução minimalista, um jeito de viver com menos. Reduzindo a própria casa e toda a experiência do morar ficando apenas com o essencial, o objetivo é planejar sabendo aproveitar cada pedacinho de forma inteligente.

A Tiny House não é uma casa para você ficar o tempo todo dentro de casa, e sim, para aproveitar o entorno.

Como surgiu?

Com as tendências de comportamento, que pregam o desapego, o contato com a natureza, o nomadismo e a preocupação com a sustentabilidade, o movimento Tiny House surgiu nos Estados Unidos e se expandiu para o Canadá, Austrália, Nova Zelândia e está chegando à Europa e Brasil. Ficou mais conhecido em 2018, ganhando adeptos cada vez mais, junto ao estilo minimalismo, que também está em ascensão no momento.

Como fazer:

Pensar em uma Tiny House é inovar, abrir a mente com ideias recheadas de soluções práticas e móveis embutidos. O primeiro desafio é manter somente o que é essencial, retirar tudo que é supérfluo, pois não terá espaço para isso. Não é uma casa barata de se fazer, dependendo do material e de acessórios escolhidos deve  variar de 90 e 180 mil reais.

Existe a possibilidade de comprar uma pronta ou construí-la. Pode ser uma casa fixa, de madeira , de alvenaria, em container, e também uma casa sob rodas (trailer) que servirá para viajar e transportar mais facilmente. Para monta-lá é necessário mão de obra especializada pois muitos itens terão que ser adaptados, a utilização de materiais reciclados também é uma
opção para economizar.

Vantagens de morar numa Tiny House:

  • Moradia ecológica e de fácil limpeza;
  • Estilo de vida saudável;
  • Tempo livre para priorizar o que é realmente importante;
  • Conquista da liberdade pela fácil movimentação;
  • Custos menores depois de pronta;
  • Aproximação entre os moradores;
  • Contas básicas, como água, luz e supermercado, diminuem. Conseguindo assim guardar mais dinheiro.

Desvantagens:

  • Os quartos construídos em mezaninos ficam bem perto do teto;
  • Construídas sobre rodas, não será muito mais larga do que um ônibus de viagem;
  • Raramente vai passar dos 40 m², o que, obriga os moradores a terem poucos objetos;
  • Se a família crescer pode não conseguir mais se adaptar;
  • Pessoas que tem dificuldades com escadas ou outras adaptações.
  • Internamente não para se movimentar muito.

Este movimento propõe uma reflexão sobre como é possível viver com menos e em lugares menores, sem ficar acumulando ao longo de uma vida.

Mesmo com muitas vantagens, a Tiny House no Brasil é novidade, enfrenta certa dificuldade, pois é algo cultural, o brasileiro trabalha muito para ter uma casa enorme da qual passa poucas horas por dia. Mas é um conceito a ser sendo inserido aos poucos no país

Existem empresas que fabricam este tipo de casa. Embora não seja uma tendência forte
aqui, nada impede que futuramente seja mais comum a circulação no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp WhatsApp